Portucalense

  • Nádia Correia

Portugal means revolution, flowers, Fado, saudade, beaches, fishmongers, the countryside; and the water that cleanses your soul. My roots belong to me, however far they may have spread. --- Fotógrafa, mulher, emigrante - vivo fora de Portugal há mais de dez anos. Não me apercebi o quanto me tinha distanciado da minha cultura para me aproximar daquela que me recebeu. Durante este tempo afastei-me das minhas raízes, tornei-me mais maleável, absorvi mais de uma outra língua. Dez anos depois, voltei a sentir-me próxima da minha terra natal. Não tem sido fácil estar longe, mas também não é fácil estar perto. Cresceu um sentimento de estranheza a um lugar tão familiar sem eu perceber como. Neste processo de repensar “o meu ser português” recorri a elementos únicos ligados à minha identidade pessoal. A praia, a música, a religião (ou a sua negação) e a natureza. Estes elementos unidos à imagem tradicional da mulher portuguesa levam-me numa viagem pela história e pelos lugares que me são familiares. Portugal é revolução, flores e fado, saudade e praia/ varina e campo mas também é a água que lava a alma... Assim surge Portucalense, uma pequena interpretação da minha identidade portuguesa.